Siga-nos nas Redes Sociais

Esportes

Ana Marcela festeja bronze em Mundial na Hungria: “Conquistar esse resultado foi sensacional” – Esportes

Atleta brasileira ficou no terceiro lugar do pódio na maratona aquática de 10 km

Depois de faturar neste domingo a medalha de bronze na prova de 10km feminina da maratona aquática do Mundial de Esportes Aquáticos realizado em Budapeste, na Hungria, Ana Marcela Cunha exaltou o peso de ter se garantido no pódio nesta que foi a sua 11ª medalha brasileira na história desta modalidade na competição.

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

“Conquistar esse resultado aqui foi sensacional. Depois do décimo lugar na Olimpíada (do Rio, no ano passado), eu não tive resultados bons, mas isso me deixou até tranquila por não chegar aqui como favorita. Cheguei sendo a Ana Marcela que foi campeã mundial e fez um monte de coisas, mas não como favorita e isso me tirou um peso das costas”, ressaltou a nadadora ao comentar o seu desempenho neste domingo.

A maratonista ainda lembrou sobre a cirurgia a qual foi submetida para retirada do baço, necessária por causa dos níveis anormais de plaquetas no órgão, que vinha apresentando desde 2014, e destacou que este bronze acabou sendo um marco neste seu processo de recuperação desta operação.

“Tive que ter muita paciência, nenhum trabalho é feito da noite para o dia, sempre um degrau de cada vez. A cirurgia ficou no passado, estou 110% com a saúde. Da Olimpíada até hoje foi quase ano. Passei por uma cirurgia e estar voltando, ouvir um monte de coisas, acharam que estava derrotada, e ter um resultado deste, para mim é muito bom. Quero agradecer a todo mundo, meus patrocinadores, meu clube, que confiou em mim depois da Olimpíada, continuou comigo mesmo com troca de técnico. Essa confiança da Unisanta (seu clube atualmente) não tem preço”, ressaltou.

Esta medalha de bronze também coincidiu com o período em que voltou a ser treinada por Fernando Possenti, seu técnico quando disputou o Mundial de 2013, em Barcelona, onde foi medalhista de prata na maratona de 5km e bronze na de 10km, assim como aconteceu agora nesta mesma distância em Budapeste.

“Voltamos a trabalhar tem pouco tempo, mas nos conhecemos muito bem. Ela estava muito concentrada para essa prova e depois do resultado de Setúbal, na etapa da Copa do Mundo, ela se motivou ainda mais. Mesmo com o quinto lugar, na análise do vídeo ela viu que conseguiu tirar quase cinco segundos do primeiro pelotão e sentiu que estava de novo na briga”, afirmou Possenti neste domingo.

 

 

Fonte

Continue Lendo
Clique para Comentar

Mais em Esportes

Voltar ao Topo
default-poup