Siga-nos nas Redes Sociais

Esportes

“Guerra” entre Real Madrid e Barcelona faz o valor da promessa Vinícius Júnior aumentar 50% – Esportes

As duas equipes aumentaram em 15 milhões de euros (R$ 52 milhões) a proposta inicial

A primeira rusga foi por causa de Alfredo Di Stéfano, do colombiano Millonarios, então em uma liga considerada clandestina nos anos 50. Após uma disputa entre Real Madrid e Barcelona, em um momento em que ambos começavam a despontar como forças no futebol espanhol, o craque argentino acabou ficando em Madrid e ajudando a escrever os primeiros capítulos das glórias do time da capital espanhola.

Desde então, a história se repete, com as nuances de cada época. Neymar já havia despertado, ainda adolescente, a cobiça de ambos. Desta vez, o protagonista foi o brasileiro Vinícius Júnior, do Flamengo. Ele renovou com o clube carioca mas deixou tudo certo para, após a Copa do Mundo de 2018, se transferir para o Real Madrid, vivenciando uma negociação alimentada em grande parte pela rivalidade entre os dois maiores clubes da Espanha.

O negócio foi inflado de uma maneira inacreditável para um jovem de apenas 16 anos que, até o último sábado (13), nunca havia atuado nos profissionais. O R7 obteve a informação de que as duas equipes aumentaram em 15 milhões de euros (R$ 52 milhões) a proposta pelos direitos do jogador, cujo valor no contrato era de 30 milhões de euros (R$ 104 milhões).

De acordo com as informações, o destino inicial de Vinícius Júnior era o Barcelona. Estava tudo certo com a Traffic, empresa que trabalha com o jogador e que tinha uma relação sólida com o clube catalão. O valor estipulado era de 30 milhões de euros. O Real Madrid, então, entrou no circuito e ofereceu à Traffic 45 milhões de euros (R$ 156 milhões), valor pelo qual a transação foi concretizada.

A Traffic, interessada em abrir uma nova ponte de relacionamento no futebol espanhol, com o Real Madrid, aceitou a oferta, com o aval da família de Vinícuis Júnior. Ele teria aberto mão de qualquer quantia extra, para que o Flamengo recebesse uma quantia maior.

Oferta refeita

O estafe do jogador não imaginava que o Barcelona refizesse a oferta inicial e se dispusesse a pagar os mesmos 45 milhões de euros pelos direitos de Vinícius Júnior. E foi isso mesmo que aconteceu. A Traffic e a família dele, porém, optaram pelo Real Madrid. Inclusive porque, para a Traffic, o objetivo era abrir um novo mercado, mesmo que para isso corresse o risco de fechar outro.

Flamengo dá aumento de salário e eleva multa de Vinícius Júnior para R$ 153 milhões

De certa forma, o desejo de não ver o oponente sair vencedor fez os dois clubes abrirem os cofres e aumentarem o valor dos direitos de Vinícius Júnior em 50%, o tornando o segundo jogador brasileiro mais valioso da história.

A rivalidade entre as duas equipes existe como antes, mas seguindo padrões atuais. No caso de Di Stéfano, cujo passe pertencia ao River Plate, o Barcelona não teve o jogador por causa de um fato concreto. Sua diretoria se negou a negociar com o clube ao qual o argentino estava emprestado.

Hoje, o que prevalece é a imaginação. Aquela em que os milionários do futebol, tal qual na lenda do Rei Midas, transformam tudo em cifras reais. Até aquele que apenas poderá vir a ser. Para o outro não ter.

EsportesR7 agora está no Youtube. Inscreva-se

Fonte

Continue Lendo
Clique para Comentar

Mais em Esportes

Voltar ao Topo
default-poup