Siga-nos nas Redes Sociais

Saúde

Mulher mostra como fotos em redes sociais podem enganar

sara puhto - Foto: Reprodução/Instagram
Sara Puhto

Quem nunca passou um tempo nas redes sociais, como Facebook
e Instagram, e acabou ficando com uma sensação ruim em relação ao próprio
corpo? Isso é muito comum, especialmente entre as mulheres que ficam com a
autoestima extremamente abalada e, pensando nisso, a influenciadora digital Sara Puhto, da Finlândia, decidiu desvendar os segredos por trás das tais fotos
perfeitas.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Em comparativos de fotos tiradas usando a mesma roupa e no
mesmo lugar, ela mostra como o mesmo corpo pode parecer diferente, dependendo
do ângulo e da postura da pessoa. “Instagram vs vida real. Se eu visse a
foto da esquerda há um ano, teria instantaneamente pensado tão negativamente sobre
o meu corpo, que todo o meu esforço malhando não teria existido, se alguém me
visse nunca diria que eu faço musculação por dois anos e pensaria que eu não
estava treinando forte o suficiente”, disse ela na rede social.

sara puhto - Foto: Reprodução/Instagram
Com o comparativo dessas duas imagens, Sara mostra como as redes sociais podem deturpar a realidade

“Mas a questão é que todos os corpos são diferentes. O
bumbum de ninguém parece redondinho de todos os ângulos. O corpo de ninguém
parece o mesmo em todos os ângulos”, afirmou Sara, mostrando como um
ângulo pode mudar tudo na foto. “Comece a amar e aceitar o seu corpo em
todos os ângulos, ao invés de tentar se adequar às imagens de beleza da
sociedade, porque essa imagem não é inclusiva e isso é algo muito complicado”,
completou.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Além de mostrar sua alimentação vegana e rotina de
exercícios, a finlandesa faz questão de tentar quebrar esse estigma de
perfeição criado pelas imagens e filtros no Instagram. Sara mostra diversas
fotos dela mesma, em ângulos e poses diferentes, mostrando que é normal não
sair bem sempre, mas que isso não significa que você não deva gostar do seu
corpo.

“Não se odeie por causa de fotos ruins, elas não te
definem como pessoa. Você parece melhor quando está vivendo a vida ao máximo e
com felicidade”, conta ela. “A vida não precisa ser uma competição de
quem aparenta melhor e nós deveríamos tornar normal não precisar ‘parecer
perfeito’ o tempo todo, porque é um conceito ridículo. Você é perfeita do jeito
que é”, finaliza.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Fonte

Continue Lendo
Clique para Comentar

Mais em Saúde

Voltar ao Topo
default-poup