Siga-nos nas Redes Sociais

Tecnologia

Museu sueco reúne produtos inovadores que fracassaram de forma retumbante

Muitas empresas se preparam durante anos para lançar um novo produto no mercado. Realizam estudos, fazem projeções, contratam especialistas, desenvolvem cada detalhe milimetricamente e… Falham miseravelmente. Não é pequena a lista de itens inovadores que entraram para a história como grandes fracassos e, para manter viva a memória das frustrações, um sueco criou o Museum of Failures.

O espaço fica na cidade de Helsingborg, Suécia, e foi criado pelo psicólogo Samuel West, também responsável pela curadoria do museu. A ideia de reunir produtos que não alçaram voos longos e muitas vezes acabaram gerando prejuízo para as suas fabricantes começou há dois anos, quando ele iniciou a sua coleção pessoal de inovações fracassadas. 

Eis que a ideia evoluiu e ele resolveu abrir a coleção para visitação pública, com a inauguração acontecendo na última semana. Ao todo, o Museum of Failures conta com mais de 70 produtos em exposição, entre eles clássicos da tecnologia como o ex-inovador Google Glass, o icônico Apple Newton, o ex-futuro da multimídia Sony Betamax, o curioso Amazon Fire Phone e também o TweetPeek, um dispositivo cuja única função era acessar o Twitter.

Mas nem só de tecnologia vive o mundo dos fracassos, então, o local reúne ainda destaques como a caneta desenvolvida para mulheres Bic for Her, o perfume para os cachorros loucos do asfalto criado pela Harley Davidson, um jogo de tabuleiro de Donald Trump e um ketchup verde da Heinz. O vídeo abaixo é um ótimo aperitivo do que os visitantes vão encontrar no Museu dos Fracassos.

Você se lembra de algum produto que deveria ser lembrado com destaque no museu criado por West? Deixa a sua dica aí nos comentários.

Fonte

Continue Lendo
Clique para Comentar

Mais em Tecnologia

Voltar ao Topo
default-poup